O estudo dos elementos químicos numa abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS)

O estudo dos elementos químicos numa abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS)

eISBN: 978-85-7993-369-1
ISBN: 978-85-7993-434-6

Autor/Organizadores: Simone Moraes Stange, Julio Cesar Stiirmer , Rosemari Monteiro Castilho Foggiatto Silveira , Carlos Roberto Massao Hayashi

PREFÁCIO

 

Ao se inserir o social no contexto escolar, em toda sua diversidade, se ampliam as possibilidades de se formar sujeitos conscientes e competentes na transformação de seu meio. Pensar um ensino articulado duplamente, ora o aluno aprende, ora o mestre é aprendiz, enriquece a experiência escolar nos dois âmbitos: o professor deixa de ser um mero porta-voz do conhecimento e passa a ser espelho, inspiração, amigo.

 

A abordagem pela ótica Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) tem como objetivo romper as fronteiras construídas pelos métodos obsoletos, pelos quais o aluno é receptor e se vê distante do ato cientifico, do questionamento, do posicionamento mediante o que é ofertado (ou não ofertado) ao seu meio. A abordagem desenvolvida neste livro percebe a sala de aula de forma homogênea, como espaço que oferece as mesmas possibilidades de acesso à informação para todos os alunos, quando não, permitindo o acesso àqueles que tiveram obstáculos para chegar a uma forma de interação midiática, ou à instrumentação tecnológica.

 

 Ao mesmo tempo em que se coloca o conteúdo como pauta, a inclusão tecnológica é, como mecanismo de inserção, promovida, desenvolvendo-se o potencial e a autonomia do aluno – possibilitando, portanto, uma forma de operar com o letramento em sua conjuntura atual, cada vez mais afetada pela influência dos recursos eletrônicos e o acesso às mídias.

 

Os elementos químicos, presos na velha tabela periódica, ou entubados nos laboratórios de química, ganham um método renovado de operacionalização pedagógica, método esse tão instigante ao senso crítico quanto persuasivo em sua manifestação, sobretudo pela possibilidade de conjunção de sua natureza investigativa com a condição midiática contemporânea.

 

O social, o tecnológico e o científico formam uma tríplice de setores necessários à formação do aluno de hoje e do futuro. Essa condição se estabelece tanto por sua variabilidade de transformação, constantemente alargada, quanto pela exigência de protagonismo de um sujeito específico: o aluno, consciente da responsabilidade de seu papel na sociedade contemporânea do século XXI.

 

Ana Danila Paschoal

Graduada em Letras Português e Inglês

Centro Universitário Barão de Mauá – CBM – Ribeirão Preto – SP

Deixe uma resposta