Educação e tecnologias em debate: perspectivas sob diferentes áreas do conhecimento

eISBN: 978-85-7993-848-1

Autor/Organizadores: Braian Veloso; Claudia Alexandra Bolela Silveira; Mario Marcos Lopes

INTRODUÇÃO

Num cenário de intensas transformações como esse que se perfila na contemporaneidade, torna-se importante abordar problemáticas complexas que pululam ante os céleres avanços tecnológicos. Impelidas pelas Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), diversas áreas têm se ressignficado ao passo que eclodem novas questões importantes de pesquisa. Sob essa ótica, é escusado dizer que o âmbito educacional também tem passado por transformações substanciais. Quer na Educação Distância (EaD), quer na educação presencial, as tecnologias têm permeado variadas experiências, transformando os papéis dos sujeitos e, por conseguinte, as propostas de ensino e aprendizagem.

Conforme Kenski (2018, p. 141): As mudanças incorporadas pela cultura digital à sociedade chegam lentamente à educação. Nesse caso, estamos considerando a educação formal, legalmente instituída, isso porque a educação informal – aberta e livre – tem, nos usuários conectados nos mais diferenciados dispositivos digitais, a sua principal tribo. […] Ao facilitar o acesso à informação, as práticas pedagógicas e a pedagogia transformam-se.

Em que pese sua incorporação ser relativamente mais morosa do que noutras áreas, é fato que as TDIC têm transformado os processos de ensinar e aprender. Pois nos referimos a uma sociedade que possui, em seu cerne, a tecnologia como mola mestra do desenvolvimento. Logo, na cultura digital, novas competências se tornam evidentes na educação digitalmente mediada, uma vez que, “às possibilidades de acesso permanente e instantâneo aos dados, somam-se as facilidades de interação e comunicação. Criam-se comunidades e redes, formadas por seres dispersos que se integram nas redes digitais com objetivos similares: aprender, juntos” (KENSKI, 2018, p. 141).

Nesse cipoal que se apresenta, portanto, na intersecção entre educação e tecnologias, constata-se a necessidade de problematizar uma série de expressões e rótulos, colimando construir diálogos mais produtivos e próximos às discussões e aos questionamentos de áreas pertinentes no próprio campo educacional, o que inclui a Sociologia, a Filosofia e a História da Educação (FERREIRA; CARVALHO, 2018).

Exatamente por isso, a pesquisa se apresenta como elemento fulcral em face das novas demandas da contemporaneidade. É imprescindível, pois, fomentar o pensamento crítico e científico objetivando aclarar a ainda tempestuosa relação que os avanços tecnológicos possuem com os distintos campos do saber – decerto, as transformações ocasionadas pelas TDIC desbordam da educação e se estendem aos mais variados âmbitos, assim como já mencionado. É nessa perspectiva que esta obra se situa, buscando trazer uma contribuição para os estudos e as reflexões concernentes à sociedade contemporânea. Não se limitando à educação formal – porém, com atenção especial a ela -, este livro conta com a participação de diferentes autores que se debruçam sobre questões atinentes às tecnologias, ao âmbito educacional – o que inclui, necessária e especialmente, a EaD – e à sociedade.

Esta obra reúne reflexões teóricas e práticas na tentativa de descortinar alguns dos elementos que permeiam a contemporaneidade influenciada pelas TDIC. São pesquisas que se preocupam em trazer uma visão mais aprofundada sobre as complexidades que se engrendram mediante a interação entre os avanços tecnológicos e as diferentes áreas do conhecimento humano. Para tanto, dividimos o livro em dois eixos principais de análise (Tecnologia, educação e contemporaneidade; e Educação a Distância sob diferentes perspectivas), a fim de organizar melhor as pesquisas e melhor conduzir o leitor nas contribuições dos pesquisadores. Dito isso, a próxima seção apresenta os 11 capítulos que compõem esta obra.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Entre revisões bibliográficas, ensaios teóricos e relatos de experiência, este livro reúne contribuições de diferentes autores que se debruçam sobre estudos relacionados às tecnologias digitais e suas relações com os diferentes âmbitos do conhecimento humano. Com enfoque especial na educação, as pesquisas versam sobre multifacetadas perspectivas no que toca às mudanças ocasionadas pela presença e o célere avanço dos recursos tecnológicos na sociedade contemporânea. Por certo, os capítulos desta obra não se mostram suficientes para esgotar as temáticas abordadas, contentando-se, pois, em trazer uma contribuição significativa para pesquisadores e demais interessados nas variadas áreas que perpassam os estudos apresentados.

Consideramos que a intersecção entre tecnologias, educação e sociedade engendra questões intrincadas. Questões estas que têm despertado interesse por parte da comunidade científica na última década. É mister, portanto, que a ciência seja fomentada e desenvolvida pari passu aos acentuados avanços tecnológicos.

Nessa ótica, estudos como os que permeiam este livro mostram-se importantes no que se refere ao progresso das discussões científicas. Esperamos, assim, que os leitores façam proveito dos capítulos que versam sobre variadas áreas e perspectivas. Em meio às contribuições dos autores, acreditamos que a leitura possa trazer novos conhecimentos ao passo que instigue a busca por novos conteúdos. Para além de aclarar alguns dos elementos atinentes às tecnologias e sua presença na sociedade coetânea, é importante que as pesquisas contribuam para o surgimento de outros questionamentos. E que, por meio de possíveis inquietações, os leitores desta obra se apresentem galvanizados na busca pelo progresso da ciência e, consequentemente, do pensamento crítico e aprofundado.

Deixe uma resposta